Seja Bem Vindo(a) e volte sempre ao Blog do André Nilton Comunicador!!!

Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

My Great Web page

Seguidores

quarta-feira, abril 11, 2012

Ichu – Aumento nos casos confirmados de Dengue faz 2ª Dires realizar trabalhos de intervenção na sede do Município.



Devido os agentes de endemia não terem finalizados os trabalhos ou fechado o ciclo no município, não é possível saber o índice de caso por casa já confirmado em nosso município, dados só sairá no mês de maio.
Com o aumento no índice de casos confirmado de dengue na sede do município de Ichu região sisaleira do estado, a 2ª Dires em parceria com a secretaria Municipal de Saúde vem realizando trabalhos de Intervenção no sentido de eliminar o mosquito hospedeiro infectado, que ao picar as pessoas transmite o vírus da DENGUE.

O trabalho de bloqueio está sendo feito nas ruas onde há mais de um caso confirmado de dengue e segundo o técnico da 2ª Dires de Feira de Santana que é supervisor deste território Edvaldo de Jesus Nascimento, este trabalho é mais eficiente do que o tradicional Fumaçê em virtude de atacar diretamente onde já existe o caso confirmado. 
Em entrevista para equipe do IN o técnico da 2ª Dires/FSA Edvaldo de Jesus Nascimento, disse que esta ação é importante para eliminar os mosquitos adultos que é o principal transmissor do vírus, mas que as lavas continuas vivas. Edvaldo ainda ressaltou, que são muitos os casos de dengue já confirmado em Ichu e por isso este bloqueio é importante visto que está sendo feito diretamente nos locais onde já existem o mosquito e eles são eliminados com este trabalho, mas também destacou a importância da participação e colaboração da população em evitar acumular água no quintal e procurar manter as cisternas e tonéis bem fechados para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue.
Perguntado sobre o método usado pelos agentes de endemias nas visitas que realizam a cada 45 á 60 dias nos lares e o produto de eliminar as lavas que só é adicionado no local onde é detectado as lavas, e se isso não estaria contribuindo para o aumento nos casos de dengue no município, o técnico não quis nos responder se isso tem contribuído ou não com o aumento nos casos de dengue, mas segundo ele é um método nacional determinado pelo Ministério da Saúde e que é realizado em todo país e vem dando certo e eles procura sempre obedecer as normas do ministério da saúde, afirma Edvaldo.
Para o técnico é muito importância a contribuição da população neste momento que segundo ele é mais propício à proliferação do mosquito em virtude da estiagem que a região vem enfrentando, segundo ele é importante que se tenha o cuidado de evitar água parada e manter tanques, tonéis, ou qualquer recipiente com água, bem tampados, e que todos tenham o cuidado de observar se existem as lavas, caso seja detectado as lavas, é indicado que se chamem os agentes de endemia do município para tratar e se possível retirar toda água e lavar o recipiente e depois não se esquecer de manter o recipiente ou tanque bem vedado para não entrar o mosquito, alerta.

Perguntado sobre um possível trabalho de orientação, o técnico disse que é muito importante, mas que isso é um papel do município e segundo ele, este método ajuda e muito no combate a dengue, “Infelizmente, muitas pessoas hoje ainda não sabe e nem conhece as causas e como combater a dengue, mas acredito que com palestras e orientações nas associações escolas e Igrejas, todos vai passar a conhecer e aprender como combater este mal que preocupa a todos nós” garante ele.
O trabalho de bloqueio é feito de forma criteriosa e minuciosa, onde após identificar a casa e obter autorização do morador (a), o técnico e os agentes de Endemia e agentes de saúde, faz uma checagem em toda a casa onde já houve o caso confirmado, e retira qualquer tipo de alimentos ou acessórios alimentícios e com uma bomba onde contem o veneno “Deltametrina” é feito uma Barrifação nos quintais e na rua por seis casas para um lado e para o outro.

Segundo a agente de Saúde do Município, Ubiratânia Maia da Silva Carneiro (TÂNIA), este trabalho será realizado em 11 casas na sede do município onde já houve o caso de dengue confirmado e segundo ela é um trabalho onde elimina totalmente os mosquitos adultos, mas que se houverem as lavas elas continuam vivas sendo necessários outro tipo de intervenção, lembra.
Os agentes José Edivaldo e Egrinaldo Cordeiro  
Além do técnico da 2ª Dires/FSA, Edvaldo de Jesus Nascimento, estão participando deste trabalho os agentes de endemias do município, Egrinaldo Cordeiro da Silva (Bigalha), José Edivaldo Carneiro, José Edvaldo de Oliveira (Didi) e a agente de saúde do município Ubiratânia Maia da Silva Carneiro (TÂNIA).

Vale ressaltar que no dia 28 de março morreu em Serrinha Gildeilson Cândido de Araújo 41 anos, natural de Ichu, morador do povoado de Praianos, vítima de infecção pulmonar grave e que segundo os familiares do paciente, ele também teve a dengue confirmada através de exames o que foi negado pelo secretário de saúde do município de Serrinha Fernando Oliveira. 

Por Valdir Carneiro - Ichu Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fotos aéreas de Ichu Bahia, breve mais imagens internautas!

Colaboração do Fotografo ACL o Popular Mala Veia.