Seja Bem Vindo(a) e volte sempre ao Blog do André Nilton Comunicador!!!

Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

My Great Web page

Seguidores

sexta-feira, setembro 30, 2011

Office boy da prefeitura de Cipó é preso por abusar sexualmente filho de 8 anos.

Um homem de 34 anos foi preso sob a acusação de abusar sexualmente do próprio filho, de apenas 8 anos, na cidade de Cipó, a 241 quilômetros de Salvador. Josean Ramos Ferreira, conhecido como “Xuxão”, trabalhava como office boy na prefeitura do município e estava sendo investigado pelos abusos e torturas contra o filho. A criança era abusada quando era levada pela mãe, que morava com o garoto em Alagoinhas, para a casa de sua avó materna na cidade de Cipó. Nestas ocasiões, a vítima era levada pelo pai para sua residência, onde o office boy cometia os abusos, enquanto exibia filmes pornô, há cerca de três anos. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, em uma dessas sessões, o menino sofreu cortes nos joelhos, feitos com um facão, e foi estrangulado. Seria uma tentativa do pai para a criança não denunciá-lo. Desconfiada do comportamento do filho e das marcas no corpo, a mãe da criança, que havia abandonado Josean em razão de agressões sofridas por ele, levou o garoto para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS de Alagoinhas, onde a criança acabou revelando os abusos sofridos pelo pai. Após a prisão do funcionário da prefeitura, a polícia vai investigar se Josean abusou outras crianças da vizinha, já que, segundo testemunhas, ele costumava distribuir balas e pirulitos, além de beijar, abraçar e carregar qualquer criança da cidade de forma intensa e exagerada. Josean, que foi estava com uma faca e um pacote de pirulitos no momento em que foi preso, será indiciado pela delegada Lígia Lima Macedo, titular da DT de Cipó, por estupro de vulnerável e porte ilegal de arma branca.
Fonte: Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fotos aéreas de Ichu Bahia, breve mais imagens internautas!

Colaboração do Fotografo ACL o Popular Mala Veia.